Gestão de crise

Gestão de crise

Ao pesquisar a expressão “crise” no dicionário Michaelis de Língua Portuguesa, encontramos diferentes (e interessantes) definições, tais como: “Estado em que a dúvida, a incerteza e o declínio se sobrepõem, temporariamente, ao que estava estabelecido como ordem econômica, ideológica, política etc. Ou: “Momento de transição entre uma fase de prosperidade e outra de depressão, ou vice-versa.”

 

E até mesmo o conceito da palavra no meio médico:

 

“Momento decisivo em uma doença, quando esta toma o rumo da melhora ou do desenlace fatal.”

 

Guardadas as especificidades de cada ponto de vista, podemos concluir através dessas definições que a crise tem, pelo menos, dois aspectos comuns: um grande poder decisivo e a temporariedade.

 

São momentos em que os envolvidos em seu contexto são colocados à prova e que exigem um cuidado maior na tomada das decisões. Mas, como a própria definição já diz, são momentos.

 

Esses momentos irão passar e a vida irá seguir, você querendo ou não. No caso de uma crise econômica, empresas fortes sairão ainda mais fortes e empresas despreparadas darão lugar para outras empresas tentarem a “sorte” no mercado.

 

Alguns textos e seminários sobre o tema descrevem que a palavra “crise” é representada por um ideograma chinês formado com a junção dos caracteres que representam “perigo” e “oportunidade”. Mesmo que a tradução literal não seja tão fiel, podemos focar na semântica da expressão: momentos de crise oferecem inúmeras oportunidades.

 

Sua empresa não conseguirá enxergar essas oportunidades se estiver num caos administrativo, preocupada em apagar incêndios diários e pensando apenas nas contas que vencerão amanhã. 

 

Para sobreviver a uma crise é necessária uma gestão eficiente, que esteja focada na solução dos problemas do seu cliente e que tome decisões rápidas.

 

Esse tipo de gestão não é exclusividade dos grandes conglomerados com executivos e conselheiros especialistas na resolução de conflitos. No E-BOOK GESTÃO DE CRISE, a GPME ensina como você, pequeno ou médio empresário, pode gerenciar da melhor forma possível o período de crise e sair ainda mais forte dele.

Redução de custos: saiba por que é tão importante e como fazê-la

Redução de custos: saiba por que é tão importante e como fazê-la

Durante períodos de recessão econômica, muitos empreendedores promovem a redução de custos para manter os negócios funcionando. Nesse processo, eles conseguem otimizar suas operações reforçando as boas práticas e aprendendo a produzir melhor com menos, criando empresas mais enxutas e eficientes.

 

No entanto, essa iniciativa para organizar a empresa não deve ser feita ao acaso, sem considerar os impactos a longo prazo. O corte de custos generalizado e indisciplinado pode abalar as bases de sua companhia, minando as vantagens estratégicas do seu negócio, limitando a capacidade de aproveitar novas oportunidades de mercado e de aumentar os lucros.

 

Neste artigo, reunimos algumas dicas para você otimizar recursos e aprimorar processos de sua empresa a partir de ações estratégicas para a reduzir os custos. Vamos conferir?

Como adotar a redução de custos em sua empresa?

Aqui estão algumas soluções a serem consideradas no momento de desenvolver um plano estratégico para gerenciar os custos do seu negócio.

Procure aumentar a eficiência operacional

O primeiro passo para otimizar os custos começa a partir de uma observação atenta de todos os aspectos de seu negócio, reexaminando a equipe, os processos e a tecnologia investidos. Conheça alguns fatores que devem ser analisados durante essa fase:

  • aproveitamento do potencial da equipe — as pessoas certas nos lugares certos, realizando os trabalhos certos;
  • existência de barreiras que dificultam o fluxo de trabalho eficiente;
  • oportunidades disponíveis para otimizar e automatizar os processos;
  • aproveitamento do potencial das inovações tecnológicas.

Enxugue os custos essenciais

Se nossa primeira dica ajuda você a construir um plano de corte de gastos a longo prazo, ela deve ser incorporada a esta estratégia, trazendo os primeiros resultados em pouco tempo. Você certamente tem uma lista das principais despesas do negócio, certo? Veja se é possível reduzi-la, criando medidas que contribuam para a saúde financeira da empresa.

Quer alguns exemplos? Caso o seu negócio esteja em um imóvel alugado, que tal buscar uma renegociação com o locatário? As ligações estão caras e a internet tem deixado a equipe na mão? Consulte os planos empresariais que oferecem serviços de telefonia e internet com melhor custo-benefício. É possível até reduzir os custos das reuniões presenciais adotando a videoconferência.

Controle suas compras

Manter o controle das compras é outra solução necessária para reduzir custos. Tudo começa por uma seleção criteriosa de seus fornecedores, para que seu negócio tenha à disposição os serviços e insumos necessários de qualidade com um melhor custo-benefício.

Para criar um fluxo de compras eficiente, você também pode seguir essas dicas:

  • elabore uma lista de fornecedores e produtos: quais mercadorias e matérias-primas são essenciais para seu negócio? Divide o contato desses fornecedores em categorias, como “insumos” ou “material para escritório” também a ajuda a identificar onde há maior necessidade de refrear custos;
  • monte uma rotina para solicitações: o ideal é que apenas algum setor ou pessoa seja responsável por todas as compras. Os outros setores podem solicitar a esse responsável a requisição de materiais. Isso ajuda a acompanhar cada pedido, evitando gastos desnecessários;
  • faça cotações: selecione um número de fornecedores e peça a cotação do produto ou serviço sem deixar de fora informações sobre prazo de entrega, frete e descontos. Assim que receber as respostas, reúna tudo em um único documento e compare os valores;
  • documente: um dos segredos da gestão de compras eficiente é manter todas as informações documentadas para facilitar a procura por soluções que otimizem esse processo.

Crie uma cultura de redução de custos

Convide a sua equipe para construir uma cultura de corte de custos para melhorar a eficiência da sua empresa. Como se encontram na linha de frente dos seus negócios, eles estão na melhor posição para identificar áreas em que os custos possam ser reduzidos com um impacto mínimo em suas operações.

Adote as metodologias ágeis

As metodologias ágeis são uma ótima solução para você otimizar a produtividade, aumentar os lucros, inovar os processos e reduzir custos, tornando sua empresa mais competitiva. Descubra quais são e como funcionam essas ferramentas.

Agile

A metodologia Agile tem como objetivo principal tornar a gestão dos negócios e projetos mais ágil e adaptada às transformações constantes do mercado, dos processos e dos consumidores. Existem algumas tendências que têm sido aplicadas em diversos negócios, como o sistema Kanban. Ele pode ser utilizado durante qualquer fase de seu negócio, como para acompanhar o desenvolvimento de um projeto para a redução dos custos.

Você precisa de um quadro e três colunas com os tópicos: “a fazer”, “em desenvolvimento” e “feito”. Descreva as atividades em cada coluna em post-its e vá alterando as posições do quadro de acordo à medida que o trabalho for realizado.

Lean

Também dentro das metodologias ágeis, o Lean é um recurso essencial para os empreendedores que precisam eliminar os excessos na empresa. Seus pilares são: melhoria contínua, aumento da produtividade, redução de custos e compartilhamento de informações.

Aliando questões relacionadas à gestão, à tecnologia e ao marketing, essa metodologia ágil também permite que você entregue mais valor ao seu consumidor final.

5W2H

Essa ferramenta funciona como uma espécie de bússola que permite construir um passo a passo do planejamento estratégico da empresa. Por isso, é uma excelente alternativa para a construção do seu plano de ação para reduzir os custos.

5W2H é a sigla que representa os “Ws”e os “Hs” que indicam, respectivamente: what (o quê?), why (por quê?), where (onde?), when (quando?), who (quem?) how (como?) e how much (quanto custa?).

Ao responder a essas questões durante o seu plano de ação, você deve se concentrar em encontrar soluções duradouras e objetivas, que possam ser executadas sem a necessidade de muitas medidas corretivas pelo caminho. Além disso, evite se prender às primeiras ideias. Ao pensar em diferentes abordagens para a solução analisada, é possível melhorar o sucesso da ação.

Espinha de peixe

Também conhecida como Diagrama de Ishikawa, essa metodologia ajuda uma gestão de negócios mais eficiente. Uma das vantagens dessa ferramenta é que ela fornece uma conexão clara sobre o efeito observado (os custos elevados, por exemplo) e os fatores que contribuem para ele.

As “espinhas” principais indicam as causas primárias do problema. Elas partem de seis categorias, também conhecidas por 6 Ms: mão-de-obra, máquinas, materiais, meio ambiente, métodos e medidas. O uso de maquinário obsoleto pode ser uma causa para o desperdício de matéria-prima que impacta os custos de produção, por exemplo. Já as ramificações representam as causas secundárias. Para construir seu diagrama, você precisa:

  • definir o problema que precisa ser resolvido;
  • reunir a equipe e tentar entender por que determinado problema aconteceu;
  • criar uma lista com as ramificações de causas primárias e secundárias;
  • analisar as evidências até chegar à causa principal do problema;
  • desenvolver um plano de ação para eliminar ou reduzir os feitos dessa causa-raiz.

Invista em um serviço de consultoria

A GPME desenvolveu um modelo de consultoria de negócio exclusivo, voltado para a realidade das pequenas e médias empresas. Trabalhamos de forma integrada com as áreas de Operação, Pessoas, Marketing e Finanças em projetos de recuperação, estruturação ou expansão. Assim, as soluções da GPME podem ajudar você a reduzir custos e maximizar os lucros em qualquer fase de seu negócio.

Com o planejamento certo, é possível implementar uma redução de custos eficiente em sua empresa, promovendo a otimização dos recursos e melhoria dos processos. Lembre-se ainda de que, se precisar de ajuda para resolver esse problema, a GPME está à sua disposição com soluções objetivas e que vão transformar o seu negócio.

Entre em contato conosco e descubra a solução ideal para a sua empresa reduzir os custos e aumentar a lucratividade!

Franqueador, aprenda a como aumentar os seus lucros!

Franqueador, aprenda a como aumentar os seus lucros!

O sistema de franquias é reconhecido pelo potencial de expansão e de lucratividade, tanto para o franqueador, quanto para os franqueados. Uma das razões para o sucesso desse modelo de negócios é o know-how adquirido ao longo dos anos, além do trabalho constante para potencializar os resultados e se adaptar às mudanças.

Os mercados e os hábitos dos consumidores estão em constante transformação. Por isso, ações que eram efetivas no início de seu negócio podem não ser mais suficientes para garantir a expansão da rede, por exemplo.

Dessa forma, queremos ajudar você a prosperar em qualquer economia! Venha conferir nossas dicas para aumentar os lucros das suas lojas e unidades que pertencem aos franqueados. Vamos lá?

Como o franqueador pode contribuir para o lucro das franquias?

Você está habituado a administrar a rede e os franqueados, reavaliando e alterando processos. Combine essas habilidades de gestão com as dicas a seguir para demonstrar a força de sua marca, atrair novos clientes em potencial e expandir os lucros do seu negócio.

Reveja a formatação da franquia

Como andam os processos de gestão e de operação do negócio? Ele tem sido replicado corretamente nas franquias? É possível identificar falhas nessa padronização? Não se esqueça que o know-how é o coração de uma rede e qualquer falha nesse processo pode comprometer a lucratividade de todas as unidades.

Aproveite a oportunidade e faça uma nova avaliação do potencial de mercado para o tipo de produto ou serviço de sua franquia. Observe também como a concorrência tem se preparado.

Talvez seja a hora de avaliar a necessidade de incluir novos produtos. Ou, até mesmo, reduzir a cartela para se concentrar apenas nos itens ou serviços mais vendidos.

Acompanhe as franquias

Acompanhar de perto cada unidade da rede é o melhor modo para conferir se o planejamento estratégico tem dado os resultados esperados. É fundamental, ainda, para verificar se a franquia guarda a essência da marca.

Estabeleça um esquema de auditorias de avaliação dos processos e encontros para esclarecer as dúvidas dos franqueados. Esse contato ao vivo evita riscos de compreensão, facilita a detecção de falhas e pode também oferecer soluções para resolver problemas de outras unidades.

Gerencie os custos

Aumentar o preço dos produtos ou serviços pode parecer a solução mais simples para gerar lucro. Essa ação, porém, traz prejuízos a longo prazo. Para ampliar as receitas você deve realizar uma boa gestão de custos e despesas, identificando possíveis focos de desperdício, por exemplo.

Procure ainda renegociar os valores com os fornecedores de insumos para as unidades das franquias. Quem sabe você não consegue obter uma maior margem em cada produto negociado?

Selecione bem seus franqueados

Os franqueados geralmente vêm de diferentes áreas e, com isso, oferecem uma variedade de habilidades. Por outro lado, eles precisam ser capazes de se adaptar às particularidades do sistema de franquias e devem compartilhar os valores da sua marca.

Definir um perfil ideal que os candidatos devem ter para adquirir uma unidade de sua franquia é um item importante. Assim, é possível conquistar os profissionais mais aptos para o sucesso e lucratividade desse modelo de negócio.

Conheça seu público

Sabe qual é o segredo para aumentar os lucros e expandir a rede? O consumidor! Por isso, toda a rede deve ter como foco oferecer o melhor atendimento e experiência de compra ao cliente. Outro ponto importante é reconhecer que esse público está sempre em transformação. Por isso, os hábitos de consumo que eles apresentavam logo após a abertura de sua primeira unidade de franquia podem não ser mais os mesmos.

Crie uma pesquisa para analisar os hábitos de compra dos clientes de sua rede obtendo uma perspectiva clara sobre as mudanças de comportamento desses públicos em seu negócio. Não deixe de oferecer um espaço para ouvir o feedback desses consumidores, envolvendo o público com sua marca. Se você tiver um concorrente direto, faça uma visita às lojas deles.

Desenvolva um plano de marketing consistente

As estratégias de divulgação das unidades da franquia devem ser certeiras para expandir o público-alvo e fidelizar os consumidores. Outra característica das ações de marketing de sucesso é que elas conseguem transformar os clientes em verdadeiros embaixadores da marca. Como você pode fazer isso em sua rede de franquias?

  • construa uma boa imagem online: torne sua marca conhecida. Se ainda não tem, é hora de construir um site e criar uma página da sua franquia nas redes sociais;
  • comunique-se com seus dois públicos-alvos: sua franquia deve investir em ações tanto para atrair potenciais consumidores quanto para se apresentar aos candidatos a franqueadores;
  • aposte no marketing de conteúdo: utilize os canais online para se comunicar com os seus públicos. Descubra que tipos de informações os consumidores esperam receber de sua empresa e qual material poderia ajudá-los a optar por comprar o seu produto ou serviço. O mesmo cuidado vale para o conteúdo produzido para os futuros investidores.

Crie um sistema de recompensas

Franchising é um negócio de parceria cujo sucesso depende da lealdade e compreensão mútua entre franqueador e franqueados. Por isso, procure cultivar o bom relacionamento na rede reconhecendo as lutas e conquistas das unidades. Criar um sistema de recompensas para motivar esses empreendedores é uma alternativa para a busca por melhores resultados.

Aposte na tecnologia

É importante lembrar que nem todo franqueador tem experiência em gestão. O uso de ferramentas tecnológicas que otimizem o gerenciamento das unidades permite a centralização das informações. Ajudam, também, no acompanhamento dos indicadores de desempenho.

Aproveite a tecnologia para oferecer ainda mais canais de comunicação com o cliente. Já pensou em um sistema que permite o agendamento de um serviço ou compra online?

Invista em treinamento

O consumidor precisa encontrar a mesma experiência em todas as unidades da franquia. Essa excelência é possível, em parte, pelo treinamento das equipes que atuam na rede. Isso vale também para os franqueados. Muitos franqueadores se concentram apenas em estabelecer novas franquias e se esquecem de investir e fortalecer os atuais franqueados e seus colaboradores.

Procure ajuda especializada

O franqueador está sempre à procura das melhores soluções. Isso acontece quando as franquias começam a apresentar uma queda nas vendas ou, mesmo, quando o negócio vai bem, mas começa a perder o direcionamento inicial. Independentemente da situação enfrentada, você está constantemente enfrentado desafios que trazem inseguranças sobre o melhor caminho a seguir. Nesse momento, você pode contar com a ajuda de uma consultoria empresarial.

A GPME é uma empresa especializada em desenvolver soluções que maximizem os resultados de seu negócio tanto em projetos de expansão quanto de estruturação. Temos um modelo exclusivo de consultoria de negócios que permite o trabalho de forma integrada nas 4 áreas da administração: operações, finanças, pessoas e marketing. Isso confirma o foco da GPME de oferecer soluções que aumentam a lucratividade das pequenas e médias empresas, contribuindo para o crescimento sustentável desses negócios.

Como franqueador, você precisa constantemente reavaliar processos operacionais e investir em novas estratégias para aumentar os lucros de sua marca. Só assim é possível avaliar o que funciona para seu produto e consumidor. Coloque nossas dicas em prática, conte com ajuda especializada e ajude o seu negócio a prosperar.

Entre em contato com GPME e confira nossos serviços para potencializar os resultados do seu negócio.

Consultoria empresarial: saiba tudo sobre o tema!

Consultoria empresarial: saiba tudo sobre o tema!

Os empreendedores de sucesso sabem que administrar uma empresa exige tempo, esforço, suor e lágrimas. A lista para obter os melhores resultados parece interminável: acompanhar o mercado, investir em tecnologia, oferecer o melhor atendimento ao cliente, vigiar a concorrência etc. Em vez de tentar cuidar de tudo isso sozinho, por que não contratar uma consultoria empresarial com a experiência e o conhecimento necessários para colocar seu negócio no caminho certo?

 

Preparamos este artigo para você conhecer um pouco mais sobre esse serviço que tem permitido que empresas como a sua consigam maximizar lucros e resultados. Vamos lá?

O que é a consultoria empresarial?

 

A consultoria empresarial é o trabalho realizado por um consultor ou empresa de consultoria que tem como objetivo a solução de dúvidas e problemas do gestor, orientando o negócio rumo ao crescimento saudável. Usando conhecimentos e habilidades exclusivos, esses consultores podem atuar nos setores estratégicos da administração do seu negócio, como finanças, operações, marketing e gestão de pessoas.

Quando acionar um consultor?

 

Independentemente do ramo de atuação ou da situação do negócio, toda empresa pode receber a orientação de um consultor de empresas. Isso pode ser feito tanto nos momentos em que é necessário reavaliar o direcionamento do negócio quanto em situações mais críticas, como em um cenário de queda das vendas. Ou seja, a orientação e a experiência desses consultores ajudam a tomar as melhores decisões sempre que você precisar.

Por onde começar?

 

O segredo do sucesso dessa ação depende da identificação correta das necessidades de seu negócio. Se os problemas da empresa estão relacionados ao marketing, de nada adianta se concentrar na consultoria para a gestão financeira, por exemplo. Antes de contratar uma consultoria empresarial, avalie e selecione o tipo de auxílio de que seu negócio mais precisa no momento para encontrar o consultor ou equipe que se encaixa melhor à realidade e aos objetivos de seu negócio.

Quais as vantagens de contratar uma consultoria empresarial?

 

Algumas das vantagens mais comuns que levam as empresas a buscarem uma consultoria empresarial podem ser conferidas abaixo.

Aposta na reinvenção

 

Mercado, serviços e consumidores estão em constante transformação e sua empresa precisa acompanhar e se preparar para essas mudanças. Na prática, a contratação da consultoria empresarial é um grande investimento que ajuda a tornar seu negócio mais competitivo e pronto para as transições do mercado.

Alcance de uma perspectiva externa sobre o seu negócio

 

Depois de trabalhar seguindo as mesmas condições por muito tempo, é fácil ignorar problemas ou encontrar justificativas para os processos que não têm dado certo. O consultor empresarial atua como uma figura neutra que pode fornecer à sua empresa uma perspectiva externa sobre o que você está fazendo, além de identificar rapidamente os desafios que impedem o crescimento de seu negócio. Com essa análise em mãos, você se prepara para tornar a sua gestão ainda melhor.

Ajuda especializada

 

Como gestor, seu dia provavelmente é preenchido com uma variedade de tarefas que deixam pouco tempo para você se concentrar em mudanças e no crescimento.

 

Com a consultoria, você pode contar com uma equipe especializada em ajudar empresas como a sua a superarem desafios, a aumentarem os lucros e a crescerem. Além disso, o consultor passa algum tempo com empresas semelhantes, o que dá a ele uma perspectiva sólida sobre o que as outras têm feito e sobre o que será necessário para que seu negócio supere as demais.

Acesso às novas ferramentas

 

Uma parte importante do trabalho de todo consultor é acompanhar as tendências, estratégias e metodologias atuais para melhorar os negócios. Com isso, ele consegue desenvolver processos e ferramentas mais eficazes e que podem ser utilizados para avaliar as práticas do seu empreendimento, permitindo que você tire proveito dos recursos que eles oferecem.

Economia de recursos

 

Você não precisa incluir um novo funcionário em sua folha de pagamento para ter o atendimento de um consultor de empresas. O acesso a uma equipe especializada apresenta um excelente custo-benefício e ainda ajuda a reduzir as despesas em longo prazo, a partir das orientações dessa consultoria.

Aceleração da conquista de metas

 

Quando os colaboradores são confrontados com um desafio que está fora de sua zona de conforto, pode haver alguma hesitação ou atraso para alcançar esse objetivo. O consultor de negócios sabe como motivar os funcionários a alcançarem os objetivos mais rapidamente porque ele atua na elaboração de metas inteligentes e realistas voltadas para a situação do seu negócio.

Fortalecimento da cultura organizacional

 

Quando sua empresa contrata um consultor ou uma equipe especializada em consultoria, seus colaboradores percebem um empenho da gestão em implementar melhorias para o negócio.

 

Com as soluções oferecidas pela consultoria, tanto a equipe quanto os gestores se tornam mais engajados e colaborativos, o que também impacta positivamente a cultura organizacional.

Melhora da tomada de decisões

 

Muitos projetos e ideias potencialmente valiosos para a empresa não podem ser executados por falta de embasamento. Uma das tarefas da consultoria empresarial é ponderar sobre esses projetos e apresentar a viabilidade dessas ações, permitindo que você esteja mais preparado para a tomada de decisões.

Quais os riscos de não contratar esse tipo de serviço?

 

Como você viu, o consultor de empresas é fundamental na identificação de problemas e soluções nos negócios. Por isso, quando você não contrata esse tipo de serviço, acaba colocando a reputação da sua empresa em jogo. Afinal, um negócio que não busca a inovação para garantir o crescimento saudável não pode lutar em pé de igualdade com a concorrência, tampouco resistir no mercado por muito tempo.

Por que a GPME é a consultoria para negócios ideal para a sua empresa?

 

Somos uma empresa especializada em soluções para maximizar os resultados do seu negócio em projetos de estruturação ou expansão. Em mais de uma década de atuação no mercado de consultoria empresarial, a GPME já atendeu a mais de 300 pequenas e médias empresas em todo o Brasil. Nosso sucesso é resultado da eficiência dos diagnósticos claros e das soluções objetivas apresentadas para a gestão de empresas como a sua.

 

Além disso, a experiência no mercado permitiu o desenvolvimento de um modelo exclusivo de consultoria para negócios que integra as áreas de marketing, operação, pessoas e finanças. Os serviços da GPME são adequados às necessidades da sua empresa, como:

  • GMAIS: desenvolvido especialmente para o acompanhamento de perto de redes de varejo e de franquias em processo de expansão;
  • G-360: a metodologia continuada 360° tem o objetivo de maximizar a lucratividade do negócio, abrangendo todas as áreas de sua empresa;
  • G-Express: é voltado para aplicar soluções rápidas de correção no negócio em momentos mais críticos.

 

Você viu que os benefícios da consultoria empresarial representam um grande recurso para garantir o crescimento saudável de sua empresa. Para isso, certifique-se de que a consultoria escolhida tem experiência e sucesso anterior com empresas como a sua, como é o caso da GPME.

 

Agora, entre em contato conosco e permita que nossa equipe ajude a maximizar os lucros e os resultados do seu negócio.

Pós Quarentena: Como adaptar seu negócio ao novo normal

Pós Quarentena: Como adaptar seu negócio ao novo normal

Saiba neste texto como encarar os novos desafios do mercado no pós-pandemia.

Já se passaram cerca de 3 meses desde a implantação das primeiras restrições de circulação de pessoas e abertura de empresas no Brasil devido à pandemia do novo coronavirus.

Nesse período as empresas nacionais precisaram realizar mudanças drásticas no seu funcionamento a fim de se adequarem ao novo normal.

Com a proibição da circulação de pessoas nas ruas o que se viu inicialmente foi uma queda vertiginosa nas vendas das empresas de alimentação e varejo, uma paralisação completa dos setores de turismo e hotelaria e a necessidade de readaptação rápida no modus operandi de empresas prestadoras de serviço e escritórios executivos.

A indústria, como um dos principais motores da economia, se viu num ambiente de incerteza sem precedentes quanto ao volume de produção.

Aliás, incerteza é o que define a maioria dos pensamentos dos empreendedores do país nesse momento.

O cenário atual

Até a tão esperada invenção e comercialização da vacina e consequente imunização da população contra o vírus, o cenário econômico apresentará oscilações e necessitará ser analisado com mais cuidado do que nunca.

Porém, soluções estão surgindo por todos os lados e empresários espalhados por todo o planeta estão conseguindo navegar em meio à crise tendo o mínimo de impacto negativo em seus resultados.

Soluções tecnológicas que há tempos vinham sendo desenvolvidas e testadas viram nesse cenário a oportunidade ideal de serem lançadas no mercado.

Digitalização das empresas, estratégias de atendimento mais eficientes, redução de custos desnecessários e tantas outras melhorias que eram deixadas de escanteio há anos se tornaram fatores indispensáveis para a sobrevivência dos negócios nesse período.

E o mais interessante de se observar nesse momento é que grande parte dessas melhorias vieram para ficar e serão o “novo normal” a partir de hoje.

Apesar de todos os acontecimentos negativos que estão relacionados à quarentena, dela também surgirá uma sociedade mais humana e com uma consciência do coletivo muito mais apurada.

Isso exigirá que o ambiente empresarial siga também esse propósito.

Como importantes braços da sociedade, podemos esperar empresas mais eficientes, mais preocupadas com o social, com o planeta e, por que não, lucrativas?

Te convido nesse texto a mudar um pouco o foco do pensamento dos problemas do dia a dia e enxergar as possibilidades que o futuro nos traz.

Expandir nossa compreensão do modelo de negócio adotado atualmente e nos encarar mais como solucionadores de problemas do que como vendedores de qualquer coisa.

Produtos ficam obsoletos, serviços se tornam desnecessários, mas os problemas sempre existirão e sempre haverá alguém disposto a pagar para que eles sejam resolvidos.

Com base nas tendências observadas no mercado global, abordaremos abaixo como os principais players do mercado estão encarando as adversidades e saindo na frente na busca por resultados positivos no cenário pós pandemia.

Mudanças no atendimento ao cliente

ilustração de entregador levando o pedido ao cliente através de um aplicativo

Uma das principais mudanças enfrentadas nas empresas foi a readaptação de sua estrutura de atendimento, na grande maioria das vezes realizada de forma presencial.´

No ramo da alimentação, aplicativos como Ifood, Rappi e Uber Eats se tornaram primordiais para o atendimento de clientes, visto que é um dos ramos considerados não essenciais e foi vetado o recebimento de clientes em sua estrutura física.

Nas empresas do mundo corporativo o que se observou foi uma demanda absurda por aplicativos de vídeo chamadas para suprir a necessidade das reuniões presenciais.

O varejo desenvolveu novas formas de se atender o cliente sem a necessidade de ter um ponto de venda físico, se utilizando de canais como o e-commerce, entrega em domicílio e possibilidade do take away.

clique para baixar e-book -Empresas no pós-quarentena

Adaptações no mercado de trabalho

O mercado de trabalho foi impactado fortemente pela popularização do trabalho remoto.

Visto com preconceito e como possível vetor da baixa produtividade por várias empresas anteriormente, o home office se mostrou necessário em meio à quarentena e tem tudo para continuar sendo no pós-crise.

Poder realizar suas tarefas de casa, administrando seu próprio tempo e mantendo contato virtual com seus líderes e colegas teve impacto positivo em grande parte das organizações que o adotaram.

Para adotar o regime de home office foi necessário uma adaptação rápida tanto do empregado quanto do empregador.

O isolamento também exigiu dos líderes metodologias cada vez mais ágeis e flexíveis para acompanhar as metas e desempenhos dos funcionários longe da empresa.

Essas mudanças pautarão o novo mercado de trabalho, valorizando funcionários com alta adaptabilidade a novos ambientes, flexíveis perante a mudanças e proativos para realizarem seu trabalho sem a necessidade da cobrança constante.

Mudanças na educação no novo normal

ilustracao_livro_educacao

Com a proibição da circulação de alunos em escolas, cursos e faculdades, o ramo da educação sentiu a necessidade de se utilizar de outros meios para entregar o ensino à população.

E o meio mais utilizado foi o EAD (ensino a distância), que já vinha em franca ascensão nos últimos anos.

A possibilidade de entregar ensino de qualidade em qualquer ponto do mundo através de uma plataforma online e respeitando as limitações de horário do aluno é, de fato, uma vantagem competitiva extremamente relevante que os órgãos educacionais que dispõem do serviço de
EAD têm sobre os que ainda não se adaptaram ao meio digital.

Escolas e faculdades que estavam obsoletas na área sentiram graves impactos e a tendência é que ele se agrave cada vez mais futuramente.

Nicho da saúde

ilustrastracao de médicos e enfermeiros

Uma das mais notáveis e tristes consequências da pandemia do coronavírus é a superlotação de hospitais e unidades de pronto atendimento em todo o Brasil.

O necessário foco de atendimento aos pacientes mais graves e a restrição da circulação de pessoas nos ambientes hospitalares em vista de evitar a contaminação privou grande parte da população dos atendimentos mais básicos e considerados “de rotina”.

Para suprir essa necessidade, observa-se uma crescente na disponibilidade de atendimentos médicos, de fisioterapeutas e enfermeiros no meio online, a também chamada telemedicina.

Dessa forma o paciente consegue ter acesso à consultas e orientações médicas no conforto do seu lar, evitando o deslocamento e contato físico com outras pessoas.

Conclusão

O mundo pós pandemia não será mais o mesmo. Com o novo estilo de vida surgirão novas necessidades e das novas necessidades surgirão novos mercados.

A capacidade de adaptação dos negócios será decisiva nessa mudança de realidade e pode significar o sucesso ou o encerramento da sua empresa.

Quer conhecer as principais adaptações necessárias à sua empresa para o novo normal?

Então baixe nosso e-book GRATUITO Pós Quarentena – Preparando empresas para mudanças e prepare sua empresa!

Texto: Matheus Lopes – Consultor de negócios GPME