Consultoria empresarial: saiba tudo sobre o tema!

Consultoria empresarial: saiba tudo sobre o tema!

Os empreendedores de sucesso sabem que administrar uma empresa exige tempo, esforço, suor e lágrimas. A lista para obter os melhores resultados parece interminável: acompanhar o mercado, investir em tecnologia, oferecer o melhor atendimento ao cliente, vigiar a concorrência etc. Em vez de tentar cuidar de tudo isso sozinho, por que não contratar uma consultoria empresarial com a experiência e o conhecimento necessários para colocar seu negócio no caminho certo?

 

Preparamos este artigo para você conhecer um pouco mais sobre esse serviço que tem permitido que empresas como a sua consigam maximizar lucros e resultados. Vamos lá?

O que é a consultoria empresarial?

 

A consultoria empresarial é o trabalho realizado por um consultor ou empresa de consultoria que tem como objetivo a solução de dúvidas e problemas do gestor, orientando o negócio rumo ao crescimento saudável. Usando conhecimentos e habilidades exclusivos, esses consultores podem atuar nos setores estratégicos da administração do seu negócio, como finanças, operações, marketing e gestão de pessoas.

Quando acionar um consultor?

 

Independentemente do ramo de atuação ou da situação do negócio, toda empresa pode receber a orientação de um consultor de empresas. Isso pode ser feito tanto nos momentos em que é necessário reavaliar o direcionamento do negócio quanto em situações mais críticas, como em um cenário de queda das vendas. Ou seja, a orientação e a experiência desses consultores ajudam a tomar as melhores decisões sempre que você precisar.

Por onde começar?

 

O segredo do sucesso dessa ação depende da identificação correta das necessidades de seu negócio. Se os problemas da empresa estão relacionados ao marketing, de nada adianta se concentrar na consultoria para a gestão financeira, por exemplo. Antes de contratar uma consultoria empresarial, avalie e selecione o tipo de auxílio de que seu negócio mais precisa no momento para encontrar o consultor ou equipe que se encaixa melhor à realidade e aos objetivos de seu negócio.

Quais as vantagens de contratar uma consultoria empresarial?

 

Algumas das vantagens mais comuns que levam as empresas a buscarem uma consultoria empresarial podem ser conferidas abaixo.

Aposta na reinvenção

 

Mercado, serviços e consumidores estão em constante transformação e sua empresa precisa acompanhar e se preparar para essas mudanças. Na prática, a contratação da consultoria empresarial é um grande investimento que ajuda a tornar seu negócio mais competitivo e pronto para as transições do mercado.

Alcance de uma perspectiva externa sobre o seu negócio

 

Depois de trabalhar seguindo as mesmas condições por muito tempo, é fácil ignorar problemas ou encontrar justificativas para os processos que não têm dado certo. O consultor empresarial atua como uma figura neutra que pode fornecer à sua empresa uma perspectiva externa sobre o que você está fazendo, além de identificar rapidamente os desafios que impedem o crescimento de seu negócio. Com essa análise em mãos, você se prepara para tornar a sua gestão ainda melhor.

Ajuda especializada

 

Como gestor, seu dia provavelmente é preenchido com uma variedade de tarefas que deixam pouco tempo para você se concentrar em mudanças e no crescimento.

 

Com a consultoria, você pode contar com uma equipe especializada em ajudar empresas como a sua a superarem desafios, a aumentarem os lucros e a crescerem. Além disso, o consultor passa algum tempo com empresas semelhantes, o que dá a ele uma perspectiva sólida sobre o que as outras têm feito e sobre o que será necessário para que seu negócio supere as demais.

Acesso às novas ferramentas

 

Uma parte importante do trabalho de todo consultor é acompanhar as tendências, estratégias e metodologias atuais para melhorar os negócios. Com isso, ele consegue desenvolver processos e ferramentas mais eficazes e que podem ser utilizados para avaliar as práticas do seu empreendimento, permitindo que você tire proveito dos recursos que eles oferecem.

Economia de recursos

 

Você não precisa incluir um novo funcionário em sua folha de pagamento para ter o atendimento de um consultor de empresas. O acesso a uma equipe especializada apresenta um excelente custo-benefício e ainda ajuda a reduzir as despesas em longo prazo, a partir das orientações dessa consultoria.

Aceleração da conquista de metas

 

Quando os colaboradores são confrontados com um desafio que está fora de sua zona de conforto, pode haver alguma hesitação ou atraso para alcançar esse objetivo. O consultor de negócios sabe como motivar os funcionários a alcançarem os objetivos mais rapidamente porque ele atua na elaboração de metas inteligentes e realistas voltadas para a situação do seu negócio.

Fortalecimento da cultura organizacional

 

Quando sua empresa contrata um consultor ou uma equipe especializada em consultoria, seus colaboradores percebem um empenho da gestão em implementar melhorias para o negócio.

 

Com as soluções oferecidas pela consultoria, tanto a equipe quanto os gestores se tornam mais engajados e colaborativos, o que também impacta positivamente a cultura organizacional.

Melhora da tomada de decisões

 

Muitos projetos e ideias potencialmente valiosos para a empresa não podem ser executados por falta de embasamento. Uma das tarefas da consultoria empresarial é ponderar sobre esses projetos e apresentar a viabilidade dessas ações, permitindo que você esteja mais preparado para a tomada de decisões.

Quais os riscos de não contratar esse tipo de serviço?

 

Como você viu, o consultor de empresas é fundamental na identificação de problemas e soluções nos negócios. Por isso, quando você não contrata esse tipo de serviço, acaba colocando a reputação da sua empresa em jogo. Afinal, um negócio que não busca a inovação para garantir o crescimento saudável não pode lutar em pé de igualdade com a concorrência, tampouco resistir no mercado por muito tempo.

Por que a GPME é a consultoria para negócios ideal para a sua empresa?

 

Somos uma empresa especializada em soluções para maximizar os resultados do seu negócio em projetos de estruturação ou expansão. Em mais de uma década de atuação no mercado de consultoria empresarial, a GPME já atendeu a mais de 300 pequenas e médias empresas em todo o Brasil. Nosso sucesso é resultado da eficiência dos diagnósticos claros e das soluções objetivas apresentadas para a gestão de empresas como a sua.

 

Além disso, a experiência no mercado permitiu o desenvolvimento de um modelo exclusivo de consultoria para negócios que integra as áreas de marketing, operação, pessoas e finanças. Os serviços da GPME são adequados às necessidades da sua empresa, como:

  • GMAIS: desenvolvido especialmente para o acompanhamento de perto de redes de varejo e de franquias em processo de expansão;
  • G-360: a metodologia continuada 360° tem o objetivo de maximizar a lucratividade do negócio, abrangendo todas as áreas de sua empresa;
  • G-Express: é voltado para aplicar soluções rápidas de correção no negócio em momentos mais críticos.

 

Você viu que os benefícios da consultoria empresarial representam um grande recurso para garantir o crescimento saudável de sua empresa. Para isso, certifique-se de que a consultoria escolhida tem experiência e sucesso anterior com empresas como a sua, como é o caso da GPME.

 

Agora, entre em contato conosco e permita que nossa equipe ajude a maximizar os lucros e os resultados do seu negócio.

Pós Quarentena: Como adaptar seu negócio ao novo normal

Pós Quarentena: Como adaptar seu negócio ao novo normal

Saiba neste texto como encarar os novos desafios do mercado no pós-pandemia.

Já se passaram cerca de 3 meses desde a implantação das primeiras restrições de circulação de pessoas e abertura de empresas no Brasil devido à pandemia do novo coronavirus.

Nesse período as empresas nacionais precisaram realizar mudanças drásticas no seu funcionamento a fim de se adequarem ao novo normal.

Com a proibição da circulação de pessoas nas ruas o que se viu inicialmente foi uma queda vertiginosa nas vendas das empresas de alimentação e varejo, uma paralisação completa dos setores de turismo e hotelaria e a necessidade de readaptação rápida no modus operandi de empresas prestadoras de serviço e escritórios executivos.

A indústria, como um dos principais motores da economia, se viu num ambiente de incerteza sem precedentes quanto ao volume de produção.

Aliás, incerteza é o que define a maioria dos pensamentos dos empreendedores do país nesse momento.

O cenário atual

Até a tão esperada invenção e comercialização da vacina e consequente imunização da população contra o vírus, o cenário econômico apresentará oscilações e necessitará ser analisado com mais cuidado do que nunca.

Porém, soluções estão surgindo por todos os lados e empresários espalhados por todo o planeta estão conseguindo navegar em meio à crise tendo o mínimo de impacto negativo em seus resultados.

Soluções tecnológicas que há tempos vinham sendo desenvolvidas e testadas viram nesse cenário a oportunidade ideal de serem lançadas no mercado.

Digitalização das empresas, estratégias de atendimento mais eficientes, redução de custos desnecessários e tantas outras melhorias que eram deixadas de escanteio há anos se tornaram fatores indispensáveis para a sobrevivência dos negócios nesse período.

E o mais interessante de se observar nesse momento é que grande parte dessas melhorias vieram para ficar e serão o “novo normal” a partir de hoje.

Apesar de todos os acontecimentos negativos que estão relacionados à quarentena, dela também surgirá uma sociedade mais humana e com uma consciência do coletivo muito mais apurada.

Isso exigirá que o ambiente empresarial siga também esse propósito.

Como importantes braços da sociedade, podemos esperar empresas mais eficientes, mais preocupadas com o social, com o planeta e, por que não, lucrativas?

Te convido nesse texto a mudar um pouco o foco do pensamento dos problemas do dia a dia e enxergar as possibilidades que o futuro nos traz.

Expandir nossa compreensão do modelo de negócio adotado atualmente e nos encarar mais como solucionadores de problemas do que como vendedores de qualquer coisa.

Produtos ficam obsoletos, serviços se tornam desnecessários, mas os problemas sempre existirão e sempre haverá alguém disposto a pagar para que eles sejam resolvidos.

Com base nas tendências observadas no mercado global, abordaremos abaixo como os principais players do mercado estão encarando as adversidades e saindo na frente na busca por resultados positivos no cenário pós pandemia.

Mudanças no atendimento ao cliente

ilustração de entregador levando o pedido ao cliente através de um aplicativo

Uma das principais mudanças enfrentadas nas empresas foi a readaptação de sua estrutura de atendimento, na grande maioria das vezes realizada de forma presencial.´

No ramo da alimentação, aplicativos como Ifood, Rappi e Uber Eats se tornaram primordiais para o atendimento de clientes, visto que é um dos ramos considerados não essenciais e foi vetado o recebimento de clientes em sua estrutura física.

Nas empresas do mundo corporativo o que se observou foi uma demanda absurda por aplicativos de vídeo chamadas para suprir a necessidade das reuniões presenciais.

O varejo desenvolveu novas formas de se atender o cliente sem a necessidade de ter um ponto de venda físico, se utilizando de canais como o e-commerce, entrega em domicílio e possibilidade do take away.

clique para baixar e-book -Empresas no pós-quarentena

Adaptações no mercado de trabalho

O mercado de trabalho foi impactado fortemente pela popularização do trabalho remoto.

Visto com preconceito e como possível vetor da baixa produtividade por várias empresas anteriormente, o home office se mostrou necessário em meio à quarentena e tem tudo para continuar sendo no pós-crise.

Poder realizar suas tarefas de casa, administrando seu próprio tempo e mantendo contato virtual com seus líderes e colegas teve impacto positivo em grande parte das organizações que o adotaram.

Para adotar o regime de home office foi necessário uma adaptação rápida tanto do empregado quanto do empregador.

O isolamento também exigiu dos líderes metodologias cada vez mais ágeis e flexíveis para acompanhar as metas e desempenhos dos funcionários longe da empresa.

Essas mudanças pautarão o novo mercado de trabalho, valorizando funcionários com alta adaptabilidade a novos ambientes, flexíveis perante a mudanças e proativos para realizarem seu trabalho sem a necessidade da cobrança constante.

Mudanças na educação no novo normal

ilustracao_livro_educacao

Com a proibição da circulação de alunos em escolas, cursos e faculdades, o ramo da educação sentiu a necessidade de se utilizar de outros meios para entregar o ensino à população.

E o meio mais utilizado foi o EAD (ensino a distância), que já vinha em franca ascensão nos últimos anos.

A possibilidade de entregar ensino de qualidade em qualquer ponto do mundo através de uma plataforma online e respeitando as limitações de horário do aluno é, de fato, uma vantagem competitiva extremamente relevante que os órgãos educacionais que dispõem do serviço de
EAD têm sobre os que ainda não se adaptaram ao meio digital.

Escolas e faculdades que estavam obsoletas na área sentiram graves impactos e a tendência é que ele se agrave cada vez mais futuramente.

Nicho da saúde

ilustrastracao de médicos e enfermeiros

Uma das mais notáveis e tristes consequências da pandemia do coronavírus é a superlotação de hospitais e unidades de pronto atendimento em todo o Brasil.

O necessário foco de atendimento aos pacientes mais graves e a restrição da circulação de pessoas nos ambientes hospitalares em vista de evitar a contaminação privou grande parte da população dos atendimentos mais básicos e considerados “de rotina”.

Para suprir essa necessidade, observa-se uma crescente na disponibilidade de atendimentos médicos, de fisioterapeutas e enfermeiros no meio online, a também chamada telemedicina.

Dessa forma o paciente consegue ter acesso à consultas e orientações médicas no conforto do seu lar, evitando o deslocamento e contato físico com outras pessoas.

Conclusão

O mundo pós pandemia não será mais o mesmo. Com o novo estilo de vida surgirão novas necessidades e das novas necessidades surgirão novos mercados.

A capacidade de adaptação dos negócios será decisiva nessa mudança de realidade e pode significar o sucesso ou o encerramento da sua empresa.

Quer conhecer as principais adaptações necessárias à sua empresa para o novo normal?

Então baixe nosso e-book GRATUITO Pós Quarentena – Preparando empresas para mudanças e prepare sua empresa!

Texto: Matheus Lopes – Consultor de negócios GPME

Como atingir a redução de custos na sua empresa?

Como atingir a redução de custos na sua empresa?

Gastar mais do que se ganha não é uma ação feita apenas por pessoas físicas, muitas empresas também enfrentam esse problema. O contratempo se dá por um único motivo: a falta de controle financeiro. Esse é um erro que coloca em risco o andamento do seu negócio, podendo até mesmo encerrar as suas atividades no mercado, e não é isso que você quer, certo? Pois bem, o primeiro passo para evitar esse problema é trabalhar a redução de custos.

Nesse momento, você precisa fazer uma lista de todos os custos que a sua empresa tem, desde o cafezinho para os colaboradores até os compromissos com fornecedores e instituições financeiras. Identificados os custos excessivos, é hora de trabalhar para otimizar o uso de seus recursos financeiros.

Não sabe como fazer isso? A seguir, listamos algumas dicas consideradas indispensáveis para quem deseja reduzir os custos da empresa. Veja quais são elas!

Automatize tarefas

Algumas tarefas dentro da empresa não precisam ser executadas necessariamente pelos colaboradores. Além dessa prática gerar lentidão na execução dos processos, ela também é mais suscetível a falhas e erros que comprometem o bom desenvolvimento do negócio.

Nesse sentido, é importante pensar na possibilidade de automatizar as tarefas. O mercado oferece diversos softwares que ajudam a otimizar a rotina de trabalho, tornando-a mais rápida e produtiva e eliminando a necessidade de retrabalho por conta de falhas humanas.

Por exemplo, o atendimento ao cliente é um setor que pode ser automatizado. Com o uso de chatbots, é possível sanar as principais dúvidas de seu público, permitindo que os atendentes foquem somente nas situações mais delicadas.

Corte serviços desnecessários

Conforme a empresa cresce, as operações precisam ser otimizadas para garantir mais segurança à execução das tarefas e mais produtividade à equipe. Nesse sentido, alguns serviços que antes eram considerados necessários, hoje, podem não ter tanta importância para a empresa.

Por essa razão, é importante que você avalie quais deles podem ser cortados sem prejudicar o andamento do seu negócio.

Além disso, também é interessante avaliar um cenário contrário. Isso porque, muitas vezes, é mais vantajoso você terceirizar determinados serviços do que contratar funcionários para desempenhar determinado papel.

As estratégias de marketing são um exemplo disso. Não é melhor contratar uma empresa especializada no assunto do que ter custos trabalhistas para ter funcionários trabalhando só com isso, sem ter a certeza de que esses colaboradores trarão bons resultados? Pense nisso e avalie a situação de acordo com a necessidade do seu negócio.

Renegocie dívidas

As dívidas travam o desenvolvimento da empresa e impedem que ela se destaque entre seus concorrentes. Por isso, postergar o pagamento delas é um “tiro no pé”. Não tem como ter sucesso se você tem contas em atraso.

Nesse sentido, é importante que você avalie a situação financeira da empresa, verifique como pode pagar essas dívidas e entre em contato com o seu credor quanto antes. Mostre a ele que você tem interesse em quitar o débito e faça uma negociação que não comprometa ainda mais o seu orçamento. Acredite, renegociar dívidas é uma maneira muito eficiente de reduzir custos.

A redução de custos ajudará a empresa a se manter competitiva no mercado mesmo em tempos difíceis, permitindo que ela tenha mais verba para fazer investimentos e crescer.

Gostou do nosso conteúdo? Ficou com alguma dúvida? Se sim, nós queremos ajudar você. Então, deixe seu comentário aqui embaixo para sabermos como podemos solucionar o seu problema!

Empresa familiar: saiba como lidar com os principais desafios!

Empresa familiar: saiba como lidar com os principais desafios!

A maioria das empresas que encontramos ao redor do mundo surgiu com a formação familiar. Afinal, esse é um modelo de negócio que existe há anos. E no Brasil não é diferente, onde os fluxos migratórios do século XX tem grande influência no surgimento das empresas familiares.

Sabemos que não é fácil separar a relação afetiva da profissional. Pode-se dizer, inclusive, que esse é o maior desafio neste modelo de empresa, já que este tipo de vínculo entre parentes e área profissional pesa muito nas tomadas de decisão.

Por isso, temos que saber lidar com alguns desafios diferentes que aparecem em uma empresa familiar. Neste post apresentamos algumas dicas que vão ajudar você! Acompanhe!

Quais são os principais desafios?

Por ser um modelo de sociedade que inclui laços afetivos, a gestão desse tipo de empresa é um pouco diferente. No país, mais de 90% dos negócios são familiares e apenas 30, de 100, sobrevivem à primeira sucessão.

Os principais desafios enfrentados por empresa familiar são:

  • Conflitos de interesse no poder;
  • Não separar assuntos do trabalho de assuntos familiares;
  • Suceder a empresa para os herdeiros.

E como agir para alcançar os melhores resultados?

O primeiro passo é resolver os desafios citados anteriormente e outros que surgirem ao longo do percurso. Para isso, focar na resolução desses problemas é o caminho para alcançar os melhores resultados. Vamos para as dicas?

Gestão eficiente de fluxo de caixa

Um fluxo de caixa eficiente é a base para o andamento dos negócios da empresa, pois saber o que é movimentado e fazer o acompanhamento das finanças ajuda o gestor a entender onde fazer investimentos, em que parte do processo o dinheiro não está rendendo e também o momento ideal para segurar os gastos.

Para isso, adotar tecnologias e metodologias que são reconhecidas no mercado é importante para a boa gestão. Algumas medidas podem ser seguidas, por exemplo:

  • acompanhar todos os meses as movimentações e observar as oscilações de cada mês;
  • manter dinheiro em caixa para segurar as contas em períodos de não recebimento, e;
  • ter um sistema detalhado para controle dos ganhos e também das despesas.

Resolução dos conflitos de interesse no poder da empresa

Esses conflitos podem acontecer por lidar com diferentes perfis, o que é normal em qualquer empresa. Quando são parentes, porém, acreditam que não há limites e que a relação profissional é uma extensão da familiar. Por isso estabeleça mecanismos — regras claras, reuniões familiares fora da empresa e até terapia — para evita-los e não colocar em risco o futuro da organização.

Separação dos assuntos familiares e profissionais

As relações familiares podem ajudar a organização sem prejudicar. O ideal é ser objetivo e identificar o potencial de cada um nos conhecimentos em gestão organizacional. Mas, lembre-se: tome cuidado para que a partir dessa divisão não surjam conflitos.

Quais são as vantagens e desvantagens de uma empresa familiar?

Óbvio que existem vantagens e desvantagens, como qualquer outro tipo de negócio. Como até agora citamos apenas os desafios a serem encarados, abaixo listamos vantagens e também desvantagens de uma empresa familiar:

Vantagens

  • Confiança entre a diretoria e sócios;
  • cultura organizacional bem definida;
  • maior envolvimento com colaboradores;
  • objetivo no fortalecimento de marca e desempenho no longo prazo.

Desvantagens

  • Centralização de decisões em uma única pessoa;
  • falta de crescimento profissional;
  • falta de processo de sucessão;
  • processos decentralizados e desorganizados.

São muitos os desafios quando falamos de empresa familiar. Neste post, apresentamos alguns deles, além das vantagens e desvantagens que vão ajudar você a compreender melhor e também a estruturar a gestão.

Se você quer saber como organizar seu negócio para que ele prospere, confira este outro artigo: organizar para crescer. Até próxima!

Como aumentar os lucros da sua empresa? Aprenda agora!

Como aumentar os lucros da sua empresa? Aprenda agora!

Você sabe como aumentar os lucros da sua empresa? Essa pode parecer uma tarefa complexa, entretanto, podemos afirmar que é perfeitamente possível de ser executada. Existem alguns procedimentos que você pode adotar e que interferem diretamente em seu lucro.

Neste artigo, mostraremos alguns conceitos básicos sobre a lucratividade e como você pode adotar estratégias para aumentá-la. Saiba mais!

Qual é a diferença entre lucro e faturamento?

Inicialmente, é importante entender a diferença entre lucro e faturamento. Este último pressupõe apenas a emissão de suas notas fiscais de venda ou prestação de serviços e demais tipos de fatura.

O lucro, por sua vez, é o resultado da subtração de todo o seu faturamento com os gastos que ocorreram na empresa durante um período, sejam eles relacionados com a sua atividade ou não.

Como aumentar os lucros da empresa?

Entendido o conceito e a diferença entre lucro e faturamento, passaremos para a etapa de demonstração de como aumentar a lucratividade do negócio. Continue lendo!

Redução de gastos

O primeiro passo é a redução de gastos. Custos e despesas representam um percentual significativo de comprometimento dos seus lucros. Portanto, você deve organizá-los e verificar a possibilidade de eliminar ou reduzir alguns gastos desnecessários.

Escolha do regime de tributação adequado

Outro fator que reduz muito a lucratividade de uma empresa é a escolha do regime de tributação inadequado. Basicamente, existem três modalidades: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.

Planejamento correto de estoque

Outro problema muito comum que afeta diretamente o lucro de uma empresa é o planejamento incorreto de estoque. Comprar produtos desnecessários ou ter em falta itens fundamentais para gerar receitas pode causar prejuízos incontáveis que refletirão negativamente na sua lucratividade.

Utilização devida de bens e serviços de consumo

Por fim, você também deve avaliar a utilização indevida de bens ou serviços de consumo, tais como energia elétrica, impressões e até mesmo copinhos de café. Às vezes, são nessas pequenas despesas que encontramos os maiores vilões da lucratividade das empresas.

Veja também: Como abrir um negócio

Como aumentar os lucros utilizando indicadores de desempenho?

Para aumentar a lucratividade da sua empresa, você também pode utilizar alguns indicadores de desempenho. Um deles é o EBTIDA (Lucro Operacional). Ele serve para demonstrar aos gestores que sua empresa está sendo capaz de gerar receita com base exclusivamente em suas atividades operacionais, desconsiderando quaisquer impactos financeiros relacionados aos juros, taxas e até mesmo tributos que ocorrem sobre as operações de um negócio.

Outro tipo de indicador de desempenho que também deve ser utilizado são os KPIs. Eles são ferramentas que servem para avaliar o desempenho e o sucesso de uma empresa, focando em como os seus processos estão sendo executados e verificando se os resultados que foram planejados, de fato, estão sendo alcançados.

Esses indicadores demonstraram ao gestor a situação financeira do seu negócio e podem servir para fornecer informações cruciais a fim de que ele tome decisões que impactarão diretamente a sua lucratividade.

Com base nas informações extraídas desses indicadores e adotando as medidas que mencionamos anteriormente, o gestor de uma empresa conseguirá saber como aumentar os lucros da sua organização e, consequentemente, terá a chance de potencializar seus resultados, construindo um negócio sólido e próspero.

Gostou dessas informações? Então, que tal compartilhar este texto em suas redes sociais com seus amigos e familiares?

5 ferramentas tecnológicas essenciais para seu negócio

5 ferramentas tecnológicas essenciais para seu negócio

Hoje em dia, diversas ferramentas tecnológicas são utilizadas em pequenas, médias e grandes empresas para aprimorar a organização e otimizar processos. 

Seja em relação à comunicação interna, à gestão de projetos e equipes, à gestão de diferentes setores empresariais e ao relacionamento com os clientes, tenha certeza de que há uma tecnologia específica que pode ser usada em seu negócio.

Neste artigo, vamos conhecer 5 ferramentas tecnológicas essenciais. Continue a leitura para saber mais!

1. Slack

O Slack pode ser definido como um software de colaboração que melhora a comunicação interna e externa e, consequentemente, aumenta a produtividade das equipes.

 

Com esse sistema, os colaboradores trabalham em canais que centralizam os arquivos trocados, as mensagens enviadas e as ferramentas integradas. É possível criar um canal para cada necessidade do negócio (projetos, atendimento, feedbacks, anúncios etc.), incluindo até mesmo pessoas de fora (como clientes e fornecedores), o que facilita a comunicação.

Dá para:

– Fazer chamadas de voz e de vídeo;
– Compartilhar documentos;
– Conectar ferramentas aos canais, como Google Drive, Dropbox, Salesforce, entre outras.

2. Ferramenta para gestão de projetos e equipes

 

Quando se trata de gestão de projetos e equipes, a plataforma do Trello é uma das mais utilizadas. A organização se dá por meio de quadros, listas de tarefas e cartões personalizáveis.

 

É possível, por exemplo, criar um quadro para as tarefas semanais da empresa com as listas “A fazer”, “Em andamento” e “Finalizadas” e fixar cartões com os detalhes de cada tarefa, especificando o colaborador responsável pela execução. 

 

Dessa forma, se torna muito fácil para o gestor verificar o andamento das atividades e o desempenho de cada funcionário, pois é só abrir o quadro e verificar o que já foi feito: confira uma lista de quadros inspiradores. Para facilitar ainda mais a gestão de projetos, o Trello permite a integração com outros aplicativos.

 

3. Software de gestão empresarial online

 

Também conhecido como sistema ERP, esse software auxilia a gestão dos departamentos empresariais, como o financeiro, de compras, de vendas e de estoque. Por ser integrado e centralizar os dados em um só sistema, o ERP dispensa o uso de planilhas para controlar e armazenar dados, assim automatizando e facilitando todo o processo de gestão.

 

Quer um exemplo?


Quando fornecedores entregam mercadorias, os colaboradores podem registrar no ERP o tipo e a quantidade de itens, que então são contabilizados no estoque. A partir daí, a cada venda realizada o produto é descontado automaticamente do estoque, sendo que todas as informações da transação permanecem armazenadas no sistema e podem ser utilizadas, posteriormente, para gerar relatórios gerenciais.

 

Além disso, o gestor tem controle em tempo real sobre:

– Orçamentos;
– Ordens de serviço;
– Fluxo de caixa;
– Pagamentos e recebimentos;
Emissão de notas fiscais eletrônicas e boletos bancários.

 

4. Software de CRM

 

Trabalhar com a gestão dos consumidores é fundamental para empresas que desejam encantá-los e fidelizá-los, principalmente se utilizam estratégias de marketing digital. E é aqui que entra o software de CRM.

 

A sigla CRM se refere a Customer Relationship Management, ou seja, Gestão de Relacionamento com o Cliente. É um sistema que auxilia o monitoramento de clientes ou clientes em potencial por meio da coleta e armazenamento de informações de cada interação.

 

Os recursos variam de sistema para sistema, mas geralmente é possível:

       -Ter o controle dos dados dos prospects, como nome, e-mail e telefone;
       -Acompanhar e registrar detalhes das ligações com as equipes de atendimento;
       -Encaminhar leads (clientes em potencial) ao time de vendas.

Isso ajuda os vendedores na criação de estratégias: dá para saber para quais pessoas ligar, quando ligar e quais produtos oferecer.

 

5. Typeform

 

Uma das ferramentas tecnológicas mais importantes quando se trata de coleta de dados, o Typeform consiste em um formulário de pesquisas online que permite gerar questionários e coletar informações para diferentes fins, como:

-Entender o nível de satisfação dos clientes;
-Testar a viabilidade de alguma ideia;
-Saber como o seu público-alvo reagiria a um novo produto ou serviço.


Dá para escolher o template a ser utilizado, criar perguntas personalizadas (inclusive de avaliação) e coletar e-mails, entre outros recursos.

 

Enfim, neste artigo vimos algumas ferramentas tecnológicas essenciais para o seu negócio. Como você pôde perceber, cada uma delas têm uma finalidade diferente, mas todas são úteis quando se trata de organizar processos e melhorar o desempenho da sua empresa.

 

E então, gostou deste post? Sabemos que as ferramentas vistas acima são importantes, mas quem deseja alcançar o sucesso também precisa cultivar boas atitudes, não é? Confira agora o que os hábitos de empreendedores de sucesso podem ensinar!